Avenida Camilo de Holanda, 826, Centro - João Pessoa - Paraíba

02/09/2020

Blog

SIMED-PB solicita esclarecimentos das Comissões de Controle e Infecção Hospitalar (CCIHs) dos hospitais e UPAS de João Pessoa sobre as proibições de celulares e adornos nos ambientes das unidades de saúde  

 

O Sindicato dos Médicos da Paraíba-PB está pedindo que as CCIHs esclareçam os aspectos científicos e apresentem as normas conclusivas que levaram a Secretaria de Saúde de João Pessoa a proibir o uso de aparelhos celulares e adornos nos hospitais e UPAs da capital. O SIMED-PB lembra que no sentido contrário da decisão, o uso de celulares, notebooks aliados a internet e a telemedicina, se mostraram como meios úteis e são instrumentos de trabalho para os médicos. É também através de celulares de uso pessoal que os profissionais de saúde são acionados para eventuais intercorrências com pacientes, além disso, médicos usam o aparelho constantemente para discutir casos com outros especialistas, de maneira remota, como a consulta de interações medicamentosas e protocolos de outros hospitais e universidades. Sem falar que o uso do celular, com todos os cuidados e medidas necessárias de higienização, também se faz necessário para pacientes internados que tiveram restrição de visitas, por exemplo, e seus familiares. Tal medida faz parte da humanização do atendimento médico.

Para o SIMED-PB, enquanto não for apontado nenhum ato normativo que justifique as proibições, a medida restritiva se torna ilegal.