SIMEDPB

Presidente do SIMED-PB se reúne com secretário de saúde de Cabedelo

Sindicato pediu atenção ao atendimento no Hospital

O presidente do Sindicato dos Médicos, Dr. Tarcísio Campos, participou de uma reunião nesta quarta-feira (26/04) com o secretário de Saúde de Cabedelo, Murilo Suassuna.
Uma das preocupações que o sindicato levou ao gestor foi o atendimento pediátrico de urgência na cidade, já que o hospital municipal Padre Alfredo Barbosa não oferece uma ala exclusiva para atender essa demanda. O secretário explicou que o município conseguiu aumentar o número de médicos pediatras em horários mais críticos, já que houve um aumento da procura em decorrência das viroses, comuns nesse período do ano. O secretário apresentou um projeto e disse que será criada uma ala exclusiva para atendimento infantil do hospital.
Além do atendimento infantil, houve também um aumento na procura da clínica médica do hospital. De acordo com Murilo Suassuna, em um plantão de 12 horas, com apenas dois clínicos, foram realizados 190 atendimentos. O presidente do SIMED-PB falou da necessidade de escalar mais um clínico geral, já que existem ainda pacientes internados, que aguardam regulação, por exemplo, incluindo os da ala vermelha. “A demanda é muito alta para apenas dois médicos, é preciso mais um profissional para atender a população, sem falar das melhorias necessárias na estrutura geral do hospital. Os médicos precisam ter mais condições de trabalho”, disse Dr. Tarcísio.
Outro ponto levantado pelo sindicato foi a necessidade de reforçar o atendimento nos PSFs. O secretário explicou que alguns estão funcionando à noite (Oceania, Intermares e Renascer) para atender tentar diminuir a demanda no hospital.
Dr. Tarcísio falou ainda que é preciso convocar os profissionais de saúde aprovados no último concurso público e foi informado que a Prefeitura de Cabedelo deve anunciar um novo concurso público nos próximos 60 dias. “A reunião foi muito proveitosa, o secretário informou que estão sendo tomadas todas as providências para melhorar o atendimento na área da saúde na cidade”, finalizou o presidente do SIMED-PB. O sindicato ficará em alerta, acompanhando a situação em Cabedelo.

Notícias recentes